Stampa tela mosquiteira: Fabricação e instalação de telas mosquiteiras- Tela de proteção total contra insetos, baratas, mosquitos, lagartixas, moscas e pernilongos
- Quadro de alumínio em várias cores que não interferem na decoração do ambiente.
- Vedação total entre a tela e a janela com escovas de alta qualidade e durabilidade.
- Exclusiva tecnologia de instalação sem danificar a janela, sem furos*.
- Mosquiteiro sob medida, facilmente adaptável em qualquer janela ou porta.
- Tela mosquiteira em vários sistemas, modelos e cores para os vários modelos de janela.
- Modelos de fácil remoção para limpeza e manutenção.
- Malha importada de fibra de vidro, não desfia, antichamas com alta durabilidade.
- Sistema exclusivo que não interfere na abertura e o fechamento da janela.
- Esquadria reforçada, firmes e de excelente qualidade e durabilidade. - Equipe de instalação profissional e experiente. Tela mosquiteira para janela | Tela contra inseto para porta | Telas mosquiteiras recolhível | Porque tela de proteção contra insetos? | Mosquito | Tela velcro | Colocação e instalação telas | Mosquiteiro para janela | Preços, cotação Orçamento mosquiteiros | Detalhe das telas mosqueteiros | Conheça a tela proteção contra inseto | Reportagem sobre mosquiteiro para pernilongo | Legislação tela de proteção anvisa | Contato para orçamento mosquiteiro Porque Telas de Proteção CONTRA MOSQUITOS, PERNILONGOS E MURIÇOCAS? As telas de proteção para janelas e portas garantem ar puro por toda casa livrando-a completamente dos mosquitos indesejáveis. As telas protetoras garantem um sono tranqüilo a toda família, livrando e protegendo-nas dos mais diversos insetos. Muitos destes insetos são transmissores de doenças e a tela de proteção é indispensável no combater a mosquitos transmissores de doenças. A dengue, por exemplo, já matou centenas de pessoas só na capital de São Paulo e um pequeno investimento em nossas janelas e portas podem salvar vidas. A tela contra inseto também impede a entrada de insetos peçonhentos como as aranhas e os escorpiões, estes insetos também oferecem risco ao homem, pois seu veneno em poucos minutos podem levar uma criança a morte.Alergia a picadas de insetos

Os insetos que mais freqüentemente desencadeiam reações alérgicas, com suas picadas, são as abelhas, vespas e formigas. No entanto, muitas pessoas não são alérgicas às picadas desses insetos e acabam confundindo uma reação normal do organismo a essa picada, com a reação alérgica propriamente dita. O conhecimento sobre as diferenças entre essas duas reações é importante, pois evita preocupação e consultas médicas desnecessárias.

A gravidade de uma reação contra a picada de um inseto varia de uma pessoa para outra. Existem basicamente três tipos de reação: normal, localizada e alérgica:

Uma reação normal costuma levar ao surgimento de dor, inchaço e vermelhidão ao redor do local da picada.
Uma reação local maior resulta em um inchaço que se estende além do local da picada. Por exemplo, uma pessoa que recebeu uma picada no tornozelo pode apresentar inchaço em toda a perna. Embora na maioria das vezes seja assustador e motivo de alarme, geralmente não é mais grave que uma reação normal.
A reação alérgica é a reação mais grave em resposta à picada de um inseto. Geralmente, esse tipo de reação requer atendimento médico de emergência.
Quais são os sintomas da reação alérgica à picada de insetos?

Os sintomas de reação alérgica grave, também chamada de anafilaxia, em resposta à picada de um inseto podem incluir um ou mais dos seguintes:

Dificuldade para respirar;
Lesões de pele avermelhadas e com coceira, que se espalham por áreas além do local da picada do inseto;
Inchaço na face, garganta e mucosa oral, língua;
Chiera torácica;
Dificuldade para deglutir;
Inquietação e nervosismo;
Pulso acelerado;
Tonteira ou sensação de desmaio;
Queda importante da pressão arterial.
Embora as reações alérgicas graves não sejam comuns, elas podem levar ao estado chamado de choque (no qual o coração não consegue bombear sangue em quantidade adequada para os diversos órgãos), parada cardíaca e perda da consciência (desmaio), em um período até mesmo inferior a dez minutos. Esse tipo de reação costuma ocorrer nos primeiros minutos após a picada do inseto, e pode ser fatal. O tratamento de emergência deve ser conseguido o mais rápido possível.

Uma reação alérgica leve também pode ocorrer, após a picada de um inseto, sendo caracterizada pelos seguintes sintomas, que surgem no local da picada:

Dor;
Vermelhidão;
Lesões semelhantes a pequenas bolhas;
Inchaço leve a moderado;
Calor local;
Coceira.
Indivíduos que já apresentaram alguma reação alérgica a picada de inseto apresentam uma chance de 60% de apresentar nova reação semelhante ou pior, após nova picada.

A alergia à picada de insetos é um problema comum?

Estima-se que cerca de dois milhões de pessoas sejam alérgicas à picada de insetos, apenas nos EUA. Muitos desses indivíduos apresentam grande risco de apresentar reações alérgicas graves, ameaçadoras à vida. Nos EUA, a cada ano, ocorrem aproximadamente 50 mortes devidas a reações alérgicas graves, em resposta à picada de insetos.

Como é feito o tratamento das reações normais e localizadas?

Em primeiro lugar, se você foi picado na mão, remova todos os anéis de seus dedos imediatamente. Quando a abelha pica a pele de alguém, ela deixa uma bolsinha de veneno e o ferrão na pele. Recomenda-se a remoção do ferrão, nos primeiros 30 minutos, para evitar que mais veneno seja injetado na pele. Gentilmente, raspe o ferrão e a bolsa de veneno com a unha ou um objeto com extremidade rígida, como um cartão de crédito. Em hipótese alguma esprema a bolsa de veneno ou puxe o ferrão, pois essas ações levarão à maior liberação de veneno na pele.

Após a retirada, lave bem a área da picada com água e sabão e, se disponível, aplique um anti-séptico. O próximo passo pode ser a aplicação de uma pomada refrescante, como o creme de hidrocortisona ou loção de calamina, cobrindo-se a área com uma gaze estéril. Se ocorrer inchaço importante, aplique compressa fria ou bolsa de gelo sobre o local.

Para o alívio dos sintomas de coceira, inchaço e lesões na pele, pode-se fazer uso de antialérgicos adquiridos sem receita médica. Porém, esses medicamentos não devem ser usados em crianças com idade inferior a dois anos e nem em gestantes, sem aprovação prévia do médico assistente.

Antiinflamatórios podem ser usados para alívio da dor, que pode ser intensa. Um dos que podem ser empregados é o ibuprofeno.

Como são tratadas as reações alérgicas?

As reações alérgicas são tratadas com adrenalina, que pode tanto ser administrada pelo próprio paciente quanto pelo médico. Geralmente, a aplicação desse medicamento é capaz de impedir o desenvolvimento de uma reação alérgica grave. Em alguns casos, são necessários outros tratamentos associados, como a soroterapia, aplicação de oxigênio, entre outros. Uma vez conseguida a estabilização do quadro, o paciente precisará passar pelo menos uma noite no hospital, para observação cuidadosa.

Pacientes que já apresentaram reação alérgica previamente são orientados a adquirir um kit contendo adrenalina, para uso em situações de emergência, devendo sempre leva-lo consigo. Porém, como uma dose pode não ser suficiente para reverter completamente a reação, o atendimento médico de emergência, após picada de inseto, está sempre recomendado.

Como evitar ser picado?

A chance de ser picado por insetos pode ser reduzida com a tomada de algumas precauções, como as seguintes:

Aprenda a reconhecer os ninhos e abrigos de insetos e passe a evitá-los;
Use sempre calçados e meias quando andar fora de casa;
Use camisas de manga longa, calças, meias e sapatos quando freqüentar áreas de matas;
Evite o uso de perfumes ou roupas muito coloridas, pois eles tendem a atrair insetos;
Se você apresenta reações alérgicas graves, nunca deve praticar atividades como caminhadas, remo, natação, golfe ou outras atividades esportivas ao ar livre sem outra pessoa, pois você pode precisar de ajuda imediata caso seja picado;
Use telas de proteção contra insetos, nas janelas e portas. Use repelente e aplique sprays de inseticida, no quarto, antes de dormir;
Aplique inseticida nas latas de lixo e as mantenha sempre bem fechadas;
Evite e remova plantas que atraiam insetos, da área ao redor da casa;
Qualquer pessoa muito alérgica deve usar algum tipo de dispositivo de identificação e ter um kit de autocuidado, contendo adrenalina.


 
TELA MOSQUITEIRA - TELAS CONTRA INSETO - TELA CONTRA MOSQUITOS